Fórum de discussão acerca da questão Palestina.

Pesquisa personalizada

Palavras chave

Últimos assuntos

» Israelense atropela menino palestino
Seg Out 11, 2010 7:18 pm por Alef

» Ontem e hoje (o sionismo de Israel comparado ao massacre nazista, em fotos)
Ter Out 05, 2010 6:00 pm por Alef

» palavras de origem arabes no vocabulario portugues
Ter Jun 01, 2010 7:20 pm por PLivre

» Ligaçao de Portugal com o medio Oriente
Ter Jun 01, 2010 7:19 pm por PLivre

» Como se chama as laranjas no medio Oriente Sabe ?
Ter Jun 01, 2010 7:18 pm por PLivre

» Fatima - em Portugal
Ter Jun 01, 2010 7:16 pm por PLivre

» Terroristas?
Ter Jun 01, 2010 7:14 pm por PLivre

» Festa da cultura árabe em Campinas - SP
Sab Dez 05, 2009 1:50 pm por Vitor mango

» O valor do vossom Forum Palestina
Seg Nov 30, 2009 1:53 pm por PLivre

Visitas

Free counter and web stats

    Lieberman - Não ao Estado Palestino

    Compartilhe
    avatar
    Alef
    Curioso
    Curioso

    Número de Mensagens : 59
    Localização : Brasil
    Data de inscrição : 29/01/2009

    Lieberman - Não ao Estado Palestino

    Mensagem  Alef em Qua Abr 01, 2009 8:36 pm

    Trzido pel Jaime, na comunidade LIBERTEM A PALESTINA, do orkut.

    Lieberman - Não ao Estado Palestino
    Isso não é novidade. israel NUNCA quis um Estado Palestino, quer é ROUBAR toda a região. Isso sempre ficou claro.
    Lieberman apenas confirma o fato.
    .
    .
    01/04/2009 - 10h26
    Novo chanceler de Israel nega compromisso com criação do Estado palestino
    .
    da Folha Online
    .
    O novo chanceler de Israel, o ultraconservador Avigdor Lieberman, afirmou nesta quarta-feira que o novo governo não tem compromisso com os acordos pela paz alcançados na conferência de Annapolis, realizada em 2007 sob mediação dos Estados Unidos e que estabelece a criação de um Estados palestino.
    .
    "Não tem validade", disse Lieberman, líder do Partido Yisrael Beitenu, acusado de racismo por fazer campanha contra a minoria árabe do país --seu lema era "não à cidadania sem lealdade ao Estado". A posse de Lieberman como chanceler preocupa a comunidade internacional por retrocessos no acordo de paz com os palestinos.
    .
    O cargo foi uma concessão do novo premiê israelense, Binyamin Netanyahu, do conservador Likud, que precisou das 15 cadeiras obtidas pelo Beitenu no Parlamento para formar a coalizão.
    .
    Na conferência de Annapolis, o então premiê Ehud Olmert concordou em avanças nos esforços pela solução de dois Estados, nas conversas de paz com os palestinos.
    .
    "O governo de Israel nunca ratificou Annapolis, nem o Parlamento", disse Lieberman.
    .
    O chanceler afirmou que o novo governo seguirá outro plano apoiado pelos americanos, o "mapa das estradas". a proposta baseia a criação do Estado no controle dos militantes palestinos. Também estipula que Israel congele a colonização nos territórios ocupados pelos palestinos.
    .
    Questionado sobre as declarações de Lieberman, uma fonte próxima a Netanyahu afirmou que os princípios refletem a política do novo premiê.
    .
    TEXTO INTEGRAL EM:
    .
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u543949.shtml

      Data/hora atual: Sab Out 21, 2017 1:26 pm